“Só vê novela quem não tem nada melhor para fazer”

O ator Lima Duarte fez declarações no mínimo "interessantes"

O ator Lima Duarte fez declarações no mínimo "interessantes"

Eu sei que receberei criticas por falar de novelas, mas como blogueiro corajoso que eu sou, vou escrever mesmo assim!!! Eu sempre fiquei pensando que leva um ser humano a assistir novelas, programas de auditório e coisas do gênero… Será que o mundo de “fantasia” da TV funciona como anestésico para as mentes das pessoas? Será que as pessoas vendo os famosos se divertindo e ganhando dinheiro supre o vazio das almas de quem é frustado com sua própria vida? Ou é apenas mera diversão como qualquer outra?

Se é isso, eu chego a conclusão que assistir novela e outros programas de TV é uma droga! Mas uma droga de verdade mesmo, dessas que viciam e precisam de tratamento. Quantas horas você gasta na frente da TV? Quanto tempo você gasta aprendendo algo novo, como por exemplo lendo um livro, ou aprendendo a tocar um instrumento? Isso sem fazer os apelos “sentimentais” do tempo que deveríamos nos dedicar à nossa família… Mas isso não vem ao caso agora!

Em uma entrevista pra lá de polêmica, o ator “global” Lima Duarte soltou uma frase matadora:

É duro fazer novela. Está cada vez mais cansativo. Estão escrevendo a mesma história há 40 anos. Faço o mesmo personagem, e o público chora a mesma lágrima, no mesmo horário

Se tem uma vantagem em ficar mais velho, é poder dizer o que pensa! Quanto mais velho o ser humano, menos preocupado com as “convenções” da sociedade. O Lima Duarte arrebentou a mídia popular nessa entrevista que você pode ler na íntegra acessando esse link: Lima Duarte fala mal da Globo e diz que cansou de novela
Daí vai a Regina Duarte em outra entrevista solta outra frase no mínimo interessante:

Mas você quer saber realmente o que eu acho? Acho que o grande atrativo da novela é ainda a falta de opção das pessoas. O sucesso, a audiência de uma novela, para mim, é resultado da disponibilidade daquele público.

“Disponibilidade daquele público”, será que poderiamos traduzir para “Falta do que fazer?” Caramba! Bem se você quiser ler toda a entrevista da Regina Duarte clique aqui e divirta-se, ou revolte-se…

Bem eu termino dizendo o seguinte: Se você esta acessando esse blog não se preocupe, para mim você não esta perdendo seu tempo (claro né?). Mas quando sair dessa página pense no que você pode fazer de legal no seu tempo livre e faça!

Leia livros legais, ouça boa música, acesse sites interessantes, faça um cursinho de línguas, experimente  entrar em algum grupo que faz algo radical, ou então seja mais drástico: Desligue seu computador e chame seus amigos (ou sua familia) para sair!

A TV desempenha um excelente papel na sociedade ás vezes, mas é uma via de mão dupla quando mostra algo benéfico ao mesmo tempo que traz conteúdos que são ” lixos tóxicos ” , e o povo vai se adaptando e passando a gostar desse “lixo”. Não seria hoje a TV o ópio do povo, que entorpece e vicia levando o telespectadores a cretinização total?

Eu diria que “a tv é a maior maravilha da ciência a serviço da imbecilidade humana”

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Ellen disse:

    O ovo ou a galinha?
    Confesso que “de vez em quando” sou uma consumidora de todo esse “lixo”. Por vezes, estou sem vontade de fazer qualquer outra coisa, apesar de ter consciência da imundície a que estou assistindo. Aliás, como comunicadora tenho a “desculpa” de estar apenas analisando aquele quadro televisivo, mas, a verdade é que, muitas vezes, me pego em discuções inflamadas sobre assuntos que não têm a menor importância.

    Enfim, depois da confissão, vou dar o meu pitaco: pra mim a situação é muito pior do que a descrita até aqui. Como na velha discussão sobre “o ovo e a galinha”, não sei até que ponto estes programas influenciam negativamente a sociedade, ou se foi a sociedade que corrompeu a mídia. Sendo a mídia e todo o seu lixo apenas um reflexo do que é a humanidade hoje. Com esta última afirmação defendo o meu Brasil, que não é acomodado sob meu ponto de vista. Pelo contrário, em sua ânsia por novidades na programação, apenas copia toda a “sujidade” das nações ditas desenvolvidas.

    De qualquer modo, apóio as sugestões do meu amigo Rodrigo e acrescento uma disponível a todos: parar por alguns minutos e assitir a um belo pôr-do-sol.

  2. JBM - Comunista disse:

    Na verdade, assistir novelas ou progromas deste tipo reflete a cultura brasileira de se acomodar com o monte de bobagem que fazem parte de nosso dia. Não vejo muita diferença entre assistir novela, telejornal sensacionalista, programas de domingo e por aí vaí. Sem falar na acomodação diante da representação de nosso “direito” a voto (direito de que mesmo?).
    Começo até a ficar irritado ao pensar em tudo isso. Mas como sou um bom brasileiro, prefiro achar que moro no país do futebol, com um bom clima, pacífico (e não deveria ser), e já esqueço do assunto. Aliás, já esta na hora da Malhaçao (brincadeira)….

  3. Gisele disse:

    Para começar, esse deveria ser um assunto indescutível. Hoje, não seria mais nem necessário gastar tempo para analisar tal situação. Não existe lado bom nesse tipo de entretenimento. Os autores devem achar que tratar da realidade da vida nos dias de hoje, deve ser bom para as pessoas refletirem. No meu ver eles realmente deveriam fazer roteiros na parte de ficção, contando sobre a vida de casais que são felizes no casamento, filhos que respeitam seus pais, maridos e mulheres fiéis… e assim por diante, mas parece que estes assuntos não teriam tanta credibilidade na TV, pois quem vive assim hoje em dia?
    Pensando radicalmente, como seria se um dia no horário “nobre” 1/4 da população desliga-se seus televisores e fossem para a rua exigindo uma programação de qualidade para pessoas nobres.
    Sonhar não custa nada, mas ficar parado custa um tempo desperdiçado que você poderia ter feito algo de bom.

  4. Carlos disse:

    A alguns anos atrás, as pessoas pensavam e sabiam o que era filtravel ou não, hoje me parece que o culto ao brega ao ruim, a falta de cultura de um modo geral está sendo mais valorizada do que o sucesso pessoal intelectual, as pessoas não querem mais pensar, querem tudo pronto e as novelas, programas de auditório e toda a porcariada oferecida na TV atualmente já trazem tudo isso pronto, o telespectador não tem nem a chance de expressar a opinião.
    Isso é visto claramente na musica, musica boa de qualidade bem arranjada, com letra de conteúdo não faz mais sucesso, como antigamente, hoje vemos musicas de baixa qualidade que denigrem a familha e até o papel da mulher, essas musicas veem fazem o estrago e vão e em menos de 2 meses ningem lembra mais.
    Estamos vivendo num tempo onde o banal é bacana é legal, falar errado e ter atitudes rebeles é “bonitinho”, é por isso que as novelas e toda porcaria imposta pela mídia tem feito tanto sucesso.
    As pessoas estão se acostumando com isso, aluns anos atrás por exemplo se colocasse homosexualismo em novelas era um grande escandalo, mais a Globo em suas novalas vem impondo isso aos poucos, de forma “escondidinha”, e as pessoas vão se acostumando, da qui a pouco veremos um beijo de pessoas do mesmo sexo na TV e vamos achar perfeitamente normal.
    As pessoas estão sendo induzidas a gostarem de porcaria e acharem que isso é o que é bom, essa atitude é altamente preocupante e avaçaladora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *