Ainda vale a pena usar Linux?

ubuntu-13.04-dash-overlay-iconsNa internet sempre há os apaixonados por Linux, Windows e OS X. A verdade é que se existisse um sistema operacional perfeito, todos o usariam, certo?

Esses dias li um artigo que tinha como titulo: “Por que você deve usar Linux e abandonar o Windows para sempre”. Obviamente que se trata de um apaixonado pelo sistema opensource defendendo em que acredita, quase como uma religião. Minha opinião sobre o assunto é menos apaixonada! Se existe esse “santo graal” dos sistemas operacionais, ele ainda não deve existir, porque TODOS ainda apresentam seus prós e contras.

PONTOS NEGATIVOS

Antes de apontar as qualidades, é importante ressaltar que problemas históricos do Linux ainda continuam, como por exemplo a falta de aplicativos (quando comparado com o Windows). Tudo bem, alguém que usa Linux vai dizer: “Rodrigo, no Linux não existe o Photoshop, mas tem o Gimp!”, é… Eu não tentaria comparar! Ainda faz falta muitos aplicativos e jogos que hoje só estão disponíveis em Windows e OsX, e os emuladores no Linux ainda engasgam para executá-los.

Nos testes que realizei por exemplo, não consegui fazer funcionar o Netflix (no site oficial não consta que é compatível), mesmo seguindo todas as orientações dos fóruns, usando o emulador do MS Silverlight, e até utilizando a última versão do Chromium (navegador da Google para Linux).

Outro ponto negativo é que hardwares mais robustos (como placas de video por exemplo) ainda não tem drivers no Linux que usem todos os recursos (ponto negativo principalmente da Nvidia e AMD por exemplo). Em boa parte de testes de benchmark ainda se percebe essa diferença de perfomance de itens de hardware, principalmente quando testado em jogos ou programas que utilizam muitos recursos. Essa talvez seja ainda a grande barreira para a adesão em massa ao sistema. Nem todos as fabricantes de impressoras, webcams e periféricos em geral criam versões para Linux de seus drivers.

E sim, para usar Linux ainda é preciso um conhecimento razoável de informática, quando por exemplo, se quer instalar um programa via terminal, ou fazer uma configuração mais avançada de rede por exemplo.

PONTOS POSITIVOS

Mas por outro lado, o velho estigma de “difícil” do Linux está, pouco a pouco, desaparecendo, até porque o sistema operacional evoluiu, ficando mais acessível e, em alguns mercados, já tem incomodado o Windows.

Versões (ou distros) como Ubuntu ajudaram e muito nesse processo de popularização do Linux, principalmente para uma grande massa que somente utiliza o computador para navegar na internet, checar emails e ver arquivos digitais de áudio e vídeo, e isso no Linux é bastante simples. Nas versões mais atuais do Ubuntu, por exemplo, tudo o que você precisa para realizar estas tarefas já vem instalado no sistema operacional.

E o que me surpreende, e que deixa mais fácil a vida de quem usa Linux, é a existência de uma grande comunidade de usuários e desenvolvedores disposta a sanar as dúvidas dos iniciantes. Os fãs de Linux acabam fazendo parte do desenvolvimento do programa, já que costumam colaborar na caça de “bugs” e com sugestões para as próximas versões de cada distribuição.

Outra barreiras que existia antigamente era usar os aplicativos Office do Linux, mas isso também foi superado com boas versões do LibreOffice, do Apache OpenOffice, Google Docs ou mesmo o Microsoft Office Online.

Sobre a interface, eu particularmente gosto muito da interface usada no Ubuntu Desktop! Na verdade, existem coisas que na interface Linux são muito superiores ao Windows, como as “Mesas” ou painéis de trabalho (várias áreas de trabalho abertas), a possibilidade incrível de personalização do visual, além é claro da estabilidade do sistema, que raramente trava.

Com certeza posso dizer que se você não for utilizar o sistema para uma aplicação bem específica, como jogos, desenvolvimento de sistemas, aplicativos comerciais ou uso avançado de multimídia, o Linux é sim um ótimo sistema operacional, o mais seguro de todos e principalmente: Totalmente grátis!

Experimente! O sistema operacional Linux é disponibilizado por download de forma gratuita, em vários tipos de distribuições diferentes, por meio de downloads. Comece pelo Ubuntu, que pode ser baixado em http://www.ubuntu.com/download/desktop.

Escolha a versão 14.04.2 LTS. O termo “LTS” significa “Long term Support”, ou “Suporte a longo prazo”. Se seu computador utilizava Windows XP ou possui menos de 2GB de RAM, provavelmente era equipado com um processador de 32 bits. Caso você tenha certeza de que o seu processador tem 64 bits, faça o download da versão apropriada.

Até a próxima!

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Rodrigo Dias Dorval disse:

    Amigos Francisco e Antonio, muito obrigado pela interação de vocês!
    Bem, sobre o post sobre Linux (de março de 2015), percebam que levantei problemas já muito conhecidos do S.O, porque eu também utilizo dessa plataforma, mas, não posso ignorar suas deficiências, mesmo sabendo que boa parte delas se deve ao espírito livre do Linux, e que infelizmente grandes empresas de software como a Adobe ainda não se interessaram em investir! Infelizmente…
    Agora por outro lado, há vários pontos positivos, e muitos outros que surgiram depois deste texto inclusive rsrsrs.
    Mas de qualquer forma, o Linux continua sendo apaixonante para técnicos, programadores e apaixonados por liberdade, mas ainda precisa conquistar o coração dos leigos! Os números estão aí…

  2. Eu como técnico de informática e operador de computadores com sistema Linux, discordo e muito desta sua matéria. Como disse o Antonio, no comentário, o Linux bem configurado lhe dá alta produtividade. E vou além, eu que trabalho com também com pequenas edições de áudio e vídeo, faço muito bem as minhas tarefas com o Linux. Uso as distros Debian, Fedora e Manjaro. Tenho Windows instalado em um dos meus computadores, apenas para testar alguns softwares que ainda não estão disponíveis para Linux, e meus clientes usam. Por falar em clientes, 99% deles usam Windows alegando que Linux é difícil. Eu só observo essas pessoas.

  3. Antonio disse:

    Desculpe eu discordo de 90% do que foi colocado nessa matéria, o linux bem configurado lhe dá alta produtividade dependendo da área que se atua, basta uma boa pesquisa no google e com um pouco de força de vontade você faz praticamente tudo e até melhor que no Sistema Windows……

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *