Como descobrir o real preço de venda do nosso produto?

Sempre quando chego em algumas empresas, surgem dúvidas relacionadas ao preço final de um produto… Já estudei fórmulas matemáticas malucas, verdadeiras teorias “quânticas” inspiradas em cálculos quase extraterrestres! Agora por outro lado, vejo muitos empresários pegando o valor do produto + um valor que imagina-se que possa pagar os custos, isso é outra aberração talvez pior ainda…

Como chegar a um preço de venda que incorpore todas as despesas e impostos sobre a venda, já que calcular esses percentuais sobre o custo não funciona?

Exemplo disso é, um produto de informática que tem um custo de R$ 50,00 e queremos simplesmente calcular um imposto de 12% sobre a venda, utilizando 50,00 + 12% = 56,00 => ao faturar 56,00, o imposto gerado é 6,72 ou seja, o preço de venda neste caso não cobre o custo + impostos.

Então, vamos  à uma maneira mais adequada de calcular…

A partir do custo do produto R$ 50,00, queremos considerar:

·    2% de Quebras de Estoque;
·    10% de Perda de Qualidade;

Logo, 50,00 + 12% = 56,00 => passa a ser nosso Valor Base.

Agora, no preço de venda queremos considerar:
·    12% de ICMS
·    5% de IPI
·    1,65% de PIS
·    7,6% de COFINS
·    6% de Fretes
·    10% de Comissões
·    10% de Despesas Administrativas
·    20% de Lucro

Somando esses percentuais, chegamos a 72,25%, ou seja, 0,7225. Se calcularmos a diferença desse valor para 1, teremos: 1 – 0,7225 = 0,2775 => nosso Quociente.

Dividindo o Valor Base pelo Quociente, chegaremos ao Preço de Venda:
56 / 0,2775 = 201,80 => Preço de Venda

Para verificarmos se o Preço de Venda contempla todos os impostos, despesas e lucro, basta deduzi-los:
201,80 – 72,25% = 56,00

Resumindo nossa fórmula:

CT = Custo
PE = Percentual de Perdas de Estoque
VB = Valor Base
DV = Percentual de Despesas de Venda
PV = Preço de Venda

VB = CT + (CT * (PE / 100))
PV = VB / (1 – (DV / 100))

Ou então:

PV = CT + (CT * (PE / 100))
1 – (DV / 100)

Mais fácil? Bem, talvez alguns contadores ou administradores não gostem dessa simplicidade, mas… Como o blog é meu, coloco o que eu quiser (brincadeirinha…). Mas andei fazendo uns testes, e essa é a logica mais simples que encontrei, espero ter ajudado!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *