Vídeos em 360 graus e a experiência que pode fundir sua mente

Não faz muito tempo quando o primeiro vídeo do Youtube foi postado, ainda em qualidade 240p. Hoje, a qualidade de imagem excede a capacidade humana.

GoPro-cameras-3D-printing-1Em 23 de abril de 2005, Jawed Karim, cofundador do YouTube, postou o vídeo “Me at the zoo”. O vídeo são 18 segundos em qualidade 240p, em que ele discorre brevemente sobre os elefantes, tosquíssimo!

Este ano, o YouTube anunciou em março, o suporte a vídeos em 360 graus. E mais recendente, anunciou a possibilidade de receber a resolução 8K como opção em vídeos. E, desde então, ele já recebeu um vídeo em 8K que, além da resolução monstruosa, também é panorâmico em 360 graus, uma experiência inovadora!

Vale lembrar, no entanto, que a maioria dos monitores brasileiros suporta apenas resoluções até 1080p, e nenhum monitor comercial, por enquanto, consegue mostrar resolução 8K. Por esse motivo, ainda que sua internet consiga carregar o vídeo na resolução máxima, boa parte dos detalhes dessa resolução será perdida.

A idéia dos vídeos 360 graus é permitir aos usuários a visão de diferentes ângulos capturados para o mesmo vídeo. O usuário poderá passar o mouse para arrastar o ponto de vista que desejar, enquanto o vídeo é reproduzido. Já imaginou a gama de possibilidades para quem produz conteúdo em vídeo? Os vídeos nunca mais serão os mesmos…

“Você pode deixar os espectadores verem o palco e o público do seu show”, sugere o YouTube. O recurso é parecido com a navegação do Google Maps, você controla tudo. Ainda de acordo com o Google, o YouTube está trabalhando para levar os vídeos em 360 graus para iPhone, iPad e outros dispositivos em breve.

Segundo o YouTube, as câmeras 360cam da Giroptic, IC Real Tech Allie, SP360 da Kodak e Ricoh Theta são câmeras de vídeo 360 compatíveis que estão disponíveis hoje ou estão chegando em breve. Sendo assim, será mais fácil produzir vídeos nesse formato usando as câmeras adequadas. Este é apenas o começo. Por enquanto, não há muitas câmeras 360 graus disponíveis para consumidores, as imagens que elas produzem ainda não tem alta qualidade, e a conversão é uma tarefa ligeiramente árdua.

Segundo o chefe do projeto, Anjali Wheeler, os vídeos em 360 graus consomem até 4 a 5 vezes mais largura de banda que um vídeo tradicional do YouTube, então, prepare sua banda larga!

Conheça um dos vídeos disponíveis no Youtube:

É isso, nossas histórias em vídeos nunca mais serão as mesmas!

Abraço, e até a próxima!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *